COMO FUNCIONA

Em todas as etapas do processo a Taipal utiliza procedimentos de controle para garantir o melhor desempenho e qualidade de suas obras.

1

COLETA DE SOLOS

Antes do início da obra são coletadas amostras das possíveis jazidas de solos a serem usadas, com preferência ao terreno do próprio canteiro. 

Cadastramos a localidade e a profundidade com o objetivo de garantir a padronização e a qualidade do fornecimento da jazida de solo.

90000080m.jpg

2

ENSAIOS DE 

LABORATÓRIO

Os solos coletados são encaminhados para o Laboratório de Solos da ESALQ – USP para caracterização físico-química.

Objetivo é determinar o traço em função das características do solo e do desempenho das paredes especificado em projeto.

IMG_1395_edited.jpg

3

AMOSTRAS PARA ARQUITETURA

Com o sistema de fôrmas da TAIPAL é possível variar a textura dos moldes, sendo assim construímos amostras com possíveis variações de cores dos solos e texturas para escolha e aprovação da arquitetura e do cliente.

IMG_0617.JPG

4

LOGÍSTICA DO CANTEIRO

Em conjunto com a engenharia da obra é proposto o layout do canteiro para reduzir interferências em outras atividades do canteiro, reduzir riscos de acidentes e assim otimizar a produtividade com o objetivo de cumprir os prazos em acordo com o cronograma da obra.

Canteiro de obra Haras Larissa.jpg

5

CONTROLE DE QUALIDADE

Durante a execução das obras são moldados corpos de prova que posteriormente são ensaiados para determinação da resistência a compressão (MOR) e módulo de elasticidade (MOE), e assim comprovar que foi atingido o desempenho estrutural especificado em projeto.

A TAIPAL utiliza equipamentos próprios desenvolvidos para trabalhar com a terra, como fôrmas metálicas de alta resistência, misturador de pás rotativas, compactador pneumático e uma equipe de profissionais capacitados e com experiência em canteiros de obra de terra, além de um arquiteto técnico em obra de terra presente no canteiro para acompanhar o dia a dia da construção.

FAHS5339.JPG